NAS: Network Attached Storage – O que é? E para que serve?


Se você também usa mais de um computador e/ou sistema operacional com certeza já teve serias dores de cabeça com armazenamento e backup.
O grande problema é: onde manter os arquivos grandes(filmes, musicas, etc) para que eles estejam sempre acessíveis?


A resposta imediata é colocar no computador com maior HD e compartilhar a pasta, mas ai você precisa reiniciar o computador e os outros computadores perdem o acesso temporariamente, os downloads param e a musica é interrompida. Se utilizar outro sistema operacional na mesma maquina a dor de cabeça se torna também manter a configuração similar.
Nesse caso o melhor seria ter um servidor domestico rodando todos os serviços e que nunca seja desligado, mas o preço deste recurso e da eletricidade que ele consome torna essa alternativa inviável. A opção viável é adquirir um pequeno NAS, a pouco tempo consegui o meu e não sei como vivi tanto tempo sem um.
Um servidor NAS ou Network Attached Storage é um pequeno servidor muita vezes confundido com uma gaveta de HD externo (foi assim que eu comprei o meu). Os mais simples possuem apenas um HD e o conector de rede, já os mais legais como esse possuem vários HDs, Wi-Fi, controle remoto e saída HDMI para você assistir seus arquivos diretamente na sua TV sem necessidade de um computador.
A grande vantagem do NAS em relação a um HD externo convencional é o fato de ele possuir processador e memoria, embora extremamente limitados são o suficiente para rodar um kernel Linux, o que já dá para dominar o mundo.
Por estar na rede temos a vantagem imediata de poder acessa-lo de qualquer máquina da rede ou, se bem configurado, do mundo, o preço costuma variar entre 100 e 400 reais dependendo da marca e recursos, o consumo de energia varia em torno dos 15W.
Existem vários modelos e marcas com diversos recursos, vou comentar os recursos do meu:

bt650
BT 650 – Sem marca

modelo: bt650
marca: desconhecida
fabricação: chinesa

Dynamic DNS

Exatamente o mesmo recurso presente em vários roteadores, cria um endereço que permite acessar a sua rede de qualquer lugar no mundo.

FTP Server

Não necessita explicação mas é muito útil principalmente associado ao item anterior, no caso do meu é possível criar vários usuários, mapear pastas, definir permissões, um serviço completo.

Samba Server

Permite compartilhamento de arquivos usando o protocolo padrão do Windows, mas funciona com qualquer sistema que suporte procolo SMB, permite controle de usuários e permissões.

Printer Server

Plugue a sua impressora USB e ela se transforma em uma impressora de rede, sem precisar configurar um computador e mante-lo ligado sempre que precisar imprimir.

USB Server

Plugue um dispositivo USB e ele fará parte do armazenamento do NAS, isso é muito útil se você quiser transferir dados de um HD externo ou pendrive para o NAS e se futuramente você quiser aumentar o armazenamento não precisa trocar o HD interno basta plugar um no USB. Dispositivos conectados também podem ser compartilhados.

BitTorrent Client

Provavelmente o recurso mais útil de todos, basta fazer o upload de um arquivo torrent e o NAS fará o download e seed de acordo com as configurações e você não precisará manter um computador ligado para isso.

Media Server

Serviço de compartilhamento de mídia similar ao do Itunes ou MediaPlayer, muito útil para arquivos de vídeo se você utiliza algum player com suporte a esse protocolo e especialmente se possuir um equipamento de streaming ligado a sua TV como um media center, um video game(Wii. PS3 ou no meu caso Xbox 360) ou algo parecido com isso.

Todos os recursos são controlados por uma interface web, compatível com qualquer navegador, em alguns há ainda um software para configuração por USB.

Sem dúvida o meu NAS foi uma das coisas mais úteis que eu comprei ultimamente.


6 responses to “NAS: Network Attached Storage – O que é? E para que serve?”

  1. Comprei um desse tambem bt650 so que estou sofrendo com a velocidade de transferencia de um pc para o hd, coisa absurda, vc tem esse mesmo problema?

  2. @fabio
    Realmente, o meu as vezes também apresenta lentidão, descobri que a melhor maneira de transferir arquivos grandes ou muitos arquivos é pelo FTP, por algum motivo é bem mais estável do que a transferencia normal por rede.

  3. Comprei um desses só que estou com os seguintes problemas:
    1-na rede interna só acesso ele via computador com xp. pelo windows 7 ele diz q a senha de acesso está errada.
    2- externamente via ftp ele dá erro de listagem de pastas
    3- via browser, nem pensar.

    alguém sabe o que fazer?

  4. Olá Rodrigo

    Li teu artigo sobre o NAS 650BT.
    Também comprei um, mas estou tendo problemas para acessar os diretórios, para todos compartilhamentos q fiz, diz q a senha ta errada.

    Sabe o que pode ser? E por acaso sabe algo sobre um firmware novo?

    Desde já agradeço

    • Ola Rafael, eu tem um tempo que meu 650BT está parado e não tenho como testar agora, mas lembro de ter tido algum problema do tipo, se não me engano para funcionar direito o HD tem que ser formatado pelo programa do próprio NAS no navegador, vc colocou um HD pré formatado nele? como na verdade ele roda um linux por baixo e NTFS no linux é uma coisa relativamente recente esses sistemas básicos, feitos para serem leves, usam umas versões meio malucas do NTFS, é muito provável que seja incompatibilidade disso…
      um abraço!